Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Carroça de Ouro

sombras cheias de luz e silêncio em altos sons.

Carroça de Ouro

sombras cheias de luz e silêncio em altos sons.

The Knick

TheKnick.jpg

Andava fartinho de ver sempre as mesmas séries, e mais fartinho estava de ficar à espera que novos episódios chegassem.

Por um mero acaso, visto que não me foi indicada por ninguém, dei com esta preciosidade!!!!

 

Lá pós anos de 1900 e troca o passo, um hospital e uma equipa de cirurgiões, liderada pelo um fantástico Clive Owen, estão sempre a tentar descobrir novos procedimentos para doenças e condições que até à altura não tinham qualquer esperança de melhoria ou sucesso, isto no meio da miséria, droga, e dificuldades económicas... THE KNICK

 

Ao primeiro episódio fiquei viciado, ao segundo fiquei com medo de não conseguir parar. Recomenda-se vivamente!!!!

 

Disclaimer: existem cenas "violentas", durantes os procedimentos cirúrgicos, quem for sensível, recomenda-se a série Modern Family

ao volante

Vinha entretido a caminho do trabalho e comecei a reparar nas pessoas que estavam à minha volta. Decidi encontrar diferentes tipos de condutores e os mais usuais são:

- Os Quasimodos desta vida: quem nunca esteve atrás de um carro com o condutor tombado para a direita, parece que têm um cabrão de um tijolo debaixo da perna esquerda, para não se magoarem nas hemorróidas;

- Os sem-articulações: aqueles estilosos que além de serem Quasimodos, também perderam a articulação do cotovelo e conduzem com braço todo esticado, agarrando o volante pelo ponto mais a norte;

- Os Eu conduzo bem é com os cotovelos: pessoas que puxam o banquinho do carro todo para a frente de tal forma que o ante-braço fica apoiado no volante e conseguem conduzir com o cotovelo;

- Os reza para que não esteja sol: são aquelas alminhas que para além de conduzirem com os cotovelos, puxam o banco todo para cima, e assim que entram no carro começam as avé marias e pais nossos, para que o céu esteja encomberto, porque elas não têm espaço para baixar a pala do carro sem que a mesma lhe bata nos cornos;

- A Inveja é coisa feia: a última categoria não é bem um tipo de condutor, mas sim um tipo de pessoa. São aquelas sumidades que têm um autocolante no carro a dizer "A inveja é coisa feia" e um boneco com dois piretes. Ora eu pergunto a estas pessoas se têm vergonha na cara, se têm problemas de vista, ou se são apenas metecaptos que mereciam descer o Bom Jesus de Braga de boca. Primeiro, ninguém tem inveja de um opel corsa ou de um saxo cup cheio de tunning. Segundo, matem-se caralho.

Dezembro, Natal, Felicidade

Gosto tanto de Natal, como de uma caneca de água raz pela manhã.

 

Fazer compras não é comigo durante os restantes 11 meses do ano, muito menos em Dezembro que é quando a densidade populacional dos shoppings dispara. Eu, sou daquelas pessoas que deixa de fazer compras para não estar 10 minutos à espera para pagar. Quanto mais estar uma hora numa fila da fnac, ou de uma qualquer loja de roupa. Neeeever!

 

Para mim o natal serve mesmo para ver os documentários sobre o nosso senhor Jesus Cristo, a comer sonhos, filhós e coscorões.

 

Mas gabo a paciência das pessoas que acham que enfiarem-se no El Corte Ingles durante 6 horas, é o melhor programa para se fazer a um sábado ou domingo. A minha conclusão é que estas pessoas devem ter uma vida um tanto ou quanto triste, e vazia...

Mas isto é o meu mau feitio a gritar... Não se sintam ofendidos, sim?

 

 

de mansinho se vai ao longe

venho de mansinho, ponho aqui qualquer coisa e já está!!

 

Não preciso de explicar a ninguém as razões da minha ausência. No entanto como sou bom rapaz vou deixar 3 hipóteses, quem estiver interessado escolhe uma:

 

1. Fui detido por violência no local de trabalho, enfiei com um remo nos cornos do meu chefe, e estive no Gulag de castigo.

2. Apaixonei-me em Julho, casei em Agosto, tive um filho em Setembro, de ressaca em Outubro, e a ganhar coragem em Novembro.

3. Tive uma viagem ao Malawi, apanhei uma doença que encarquilha os dedos das mãos que me impossibilitou de escrever no blog.

 

até mai'logo

Pimponeta de nariz empinado

Não percebo como é que há pessoas que conseguem continuar a escrever na comunicação social portuguesa, os superiores só devem ser calhaus com olhos para deixarem publicar certas coisas.

 

Pois esta Pimponeta de nariz empinado de seu nome Lucy, não consegue escrever um texto, opinião, noticía (seja lá o que lhe quiserem chamar) de jeito... Deve ser um problema de esferas, não têm ponta por onde se lhe pegue.

 

Desta vez esta alminha do inferno decidiu dizer que os turista que vêm para Lisboa têm de andar mais bem vestidos, com menos chinelos, menos mochilas, roupa menos estampada, porque tudo isto dá à cidade um ar de turismo de praia.... (?!?!?)

 

Mas que caralho é que esta gaja está praqui a dizer??? É mesmo de alguém que não tem dois dedos de testa, que tem a mania que é estrangeira de elite em Portugal, e que só ela que anda sempre fashion.. É preciso ter muita lata para fazer um texto deste, e ainda por cima em Português e Inglês, caso algum turista queira ler o bem que ela diz deles, tem sempre a opção inglesa.

 

Ela que vá a Paris ou a Berlim em Agosto e me diga como é que se vestem os turistas lá, ou então que em Fevereiro saia de casa e veja se os turistas em Lisboa estão todos de chinelo no pé e camisa de seda estampada.

 

É por estas pessoas que o bendito remo p'las ventas existe, para lhe dar com ele nas trombas até ela decidir ir para a Síria cometer adultério e levar com umas pedradas nos cornos.

 

Deixo o Link para quem quiser:

http://observador.pt/opiniao/lisboa-o-turismo-de-chinelo/

 

+Superior

é assim que se chama um apoio qualquer que oferece bolsas de estudo a 1.020 estudantes para se inscreverem em instituições de ensino superior no interior e alentejo.

 

Não sei quais são os requisitos para a atribuição das bolsas, mas acredito que seja por mérito e pelas as notas de entrada. Seja como for, não é isso que me dá urticária, mas sim o despropósito da essência da bolsa.

 

Contas fáceis, cada bolsa tem o valor de 1.500€, sendo 1.020 alunos dá um total de 1.530.000€ (um milhão, quinhentos e trinta mil euros) por ano.

Ora como a bolsa apenas diz respeito às candidaturas, o aluno apenas recebe este valor no primeiro ano de faculdade.

 

Parece-me que não é de todo a melhor política para se gastar um milhão e meio de euros com a educação superior.

 

Tendo em conta os objéctivos do programa, o aluno que opte ir para uma destas universidades em detrimento de uma mais central, como em Lisboa ou Porto,terá uma ajuda monetária.

 

Diz-me a experiência que, nessas mesmas universidades as propinas são mais baratas, o custo de uma renda de um quarto é muito mais baixo, pelo que, por si só, ir estudar para o interior já teria um ganho económico. Não há necessidade de oferecer 1.500€ por três anos a um aluno (42€/mês).

 

Querem que essas universidades tenham mais pessoas para ajudar as cidades, etc, então optem por investir esse dinheiro numa melhoria do ensino, em programas e cursos interessantes e inovadores, com 1.530.000€ dá para fazer muita coisa. Se a Universidade de Évora for considerada como a melhor na licenciatura X ou o Instituto Politécnico de Portalegre numa engenharia Y, de certeza que não vão faltar candidatos.

 

Muito dinheiro se esbanja neste país...

para mau entendedor...

qualquer palavra basta.

 

sou uma pessoa paciente, mas não tenho paciência para ter de dar explicações quando as pessoas assumem as coisas como bem entendem, e percebem o que querem quando o que foi dito e/ou escrito não teve nada a ver com o que estamos a discutir.

 

Encanita-me eu ter de explicar que, alguém não é a mesma coisa que toda a gente... que se eu disse que não gosto de roxo não quer dizer que não goste também de azul...

 

Dá para falarmos todos a mesma língua?!?!?

 

 

 

 

 

 

 

e os homens é que são básicos

Menciono que vou ter uma despedida de solteiro...

 

Na hora a cara fecha-se, amua, e pergunta se já foram contratadas as meninas???

 

E depois nós homens é que somos básicos?!?!?

 

Pior, é que quando se tenta explicar que é possível fazer uma despedida de solteiro sem recorrer a putas, e que até há quem não goste dessas misturas, somos olhados de lado, e com aquele ar de quem acha que estamos a dar a desculpa mais esfarrapada de sempre.

 

Assim que puderem, ou conseguirem, desçam aí de cima do pedestal e venham cá baixo ver os homens que existem agora.

 

Muito agradecido.

 

 

Não dá, o c*r#lh@

E ela diz que não dá..... Não dá, não dá, não dáaa!!

 

Se a miúda diz mais alguma vez que não dá, eu juro que faço queixa à Deco!! Puta de música mais irritante... Estes D.A.M.A é só coisas boas...

 

Mas a bem da verdade tem de se dizer que a miúda terá as suas razões, porque uma besta que acha que "escolhes" rima com "olhes" (olhos), não merece mais que remo p'las ventas!!!