Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Carroça de Ouro

sombras cheias de luz e silêncio em altos sons.

Carroça de Ouro

sombras cheias de luz e silêncio em altos sons.

+Superior

é assim que se chama um apoio qualquer que oferece bolsas de estudo a 1.020 estudantes para se inscreverem em instituições de ensino superior no interior e alentejo.

 

Não sei quais são os requisitos para a atribuição das bolsas, mas acredito que seja por mérito e pelas as notas de entrada. Seja como for, não é isso que me dá urticária, mas sim o despropósito da essência da bolsa.

 

Contas fáceis, cada bolsa tem o valor de 1.500€, sendo 1.020 alunos dá um total de 1.530.000€ (um milhão, quinhentos e trinta mil euros) por ano.

Ora como a bolsa apenas diz respeito às candidaturas, o aluno apenas recebe este valor no primeiro ano de faculdade.

 

Parece-me que não é de todo a melhor política para se gastar um milhão e meio de euros com a educação superior.

 

Tendo em conta os objéctivos do programa, o aluno que opte ir para uma destas universidades em detrimento de uma mais central, como em Lisboa ou Porto,terá uma ajuda monetária.

 

Diz-me a experiência que, nessas mesmas universidades as propinas são mais baratas, o custo de uma renda de um quarto é muito mais baixo, pelo que, por si só, ir estudar para o interior já teria um ganho económico. Não há necessidade de oferecer 1.500€ por três anos a um aluno (42€/mês).

 

Querem que essas universidades tenham mais pessoas para ajudar as cidades, etc, então optem por investir esse dinheiro numa melhoria do ensino, em programas e cursos interessantes e inovadores, com 1.530.000€ dá para fazer muita coisa. Se a Universidade de Évora for considerada como a melhor na licenciatura X ou o Instituto Politécnico de Portalegre numa engenharia Y, de certeza que não vão faltar candidatos.

 

Muito dinheiro se esbanja neste país...

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.